Crônicas

Política, uma desilusão!

Rogério Anele


A política cada dia nos traz dissabores, aborrecimentos, incômodos e incertezas. Há muito não temos luzes, avanços, desenvolvimentos e soluções.

E os partidos políticos? Quanto mais se proliferam, mais reunimos problemas, desentendimentos, brigas e descontinuidade de gestão.

Estou cansado, definitivamente cansado. Sinto o mesmo acontecer para uma imensidão de pessoas.

Mas cansado de quê? De achar que vai melhorar e ter esperança de mudar tudo, de apostar em novos olhares e receber sempre a mesma coisa ou até pior. Cansado de um monte de coisas. Seria capaz de ficar aqui derramando respostas até encher três ou quatro páginas. Vou poupá-los!

Antes de mais nada, preciso registrar não ser contra a política em si. Acredito nela como o caminho para responder aos anseios da sociedade. Ela é a essência da democracia. Também, informar que meu estado de desânimo e descrédito é com o momento atual. Reconheço o fato de já termos passado por dias inesquecíveis.

Lembrei de uma colega de trabalho. Ela dizia: a expectativa é a mãe da frustração. A cada mudança na gestão, crio uma esperança esmorecida nos primeiros três meses de governo. Daí, toma frustração por ter dado meu voto a um bando de incompetentes, liderado por um energúmeno chamado de Presidente. Eles permanecerão um mandato inteiro tomando decisões duvidosas, escusas e suspeitas. Trabalharão só para si e seus correligionários. O povo? Ah, este que se lixe.

Onde ficam as promessas não cumpridas? Por que voltamos a reeleger os mentirosos? Na verdade, não passamos de otários usados como massa de manobra elevados a protagonistas somente no ato da eleição.

Vivemos uma época tenebrosa. Há pouco tempo atrás, em torno de oito anos, éramos uma potência. Tínhamos um orgulho ímpar. Nos olhávamos como referência em vários sentidos: qualidade de gestão, um trabalho voltado para os contribuintes, resultados expressivos, economia forte, altos investimentos, enfim um futuro brilhante onde nossos sonhos eram o limite. Andávamos de cabeça erguida em qualquer lugar do mundo. Chegamos a nos sentir o melhor do planeta.

Hoje, não temos expressão. Não passamos de reles coadjuvantes perdedores, endividados, em períodos recessivos, rebaixados em rankings, sem ânimo.

Como diminuímos tanto assim? A briga pelo poder, o interesse de uma minoria sobrepondo a todo o contexto social, uma montanha de difamações, calúnias, acusações, minando a todos, nos deixando em uma enorme dúvida de como sair do buraco. E ainda, sem saber em quem depositar confiança daqui para frente.

O pior de tudo, são as diversas denúncias, viradas em realidade a partir das apurações e procedimentos jurídicos. A dura verdade se sobrepondo às falácias. Lamentavelmente, ainda restam alguns ingênuos, para não dizer outra coisa, defendendo esta corja de bandidos. Um cenário onde todos estão expostos. A sensação é de que o Ministério Público é a única alternativa para acabar com os ladrões e mal-intencionados. E, salvo uma miopia da minha parte, não parece sobrar ninguém.

O quadro é de dor. Precisamos mudar isto. Pelo amor de Deus, rogo por menos politicagem e partidos interesseiros, melhores gestores e maior empenho. Compromisso com seus apoiadores.

É mais do que tarde para uma mobilização.

Escrevo para descarregar toda a energia negativa e tirar do fundo da minha alma forças para apoiar uma liderança política séria, com resultados efetivos.

Escrevo para o despertar de um novo comandante para fazer acontecer, mudar o cenário, sair do estado de estupor atual para um mundo cheio de glórias.

Escrevo por você e para você. Não adianta vestirmos a camiseta no dia da eleição fazendo campanha e depois nos afastarmos, nos aquietarmos decepcionados. Temos o dever de participar do processo diariamente, cobrar os eleitos e fazê-los cumprir o plano de governo prometido.

Vistam a camisa vermelha, lutem pelo seu clube, salvem meu glorioso e amado Sport Clube Internacional, o clube do povo. Cuidem do nosso Colorado. Não merecemos tanta humilhação!


Cadastre-se para receber dicas, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "091403" no campo.